Qualinox - Arruelas diversos tamanhos e formatos, corte a laser de tubos e chapas metálicas, arruelas, estamparia, discos, metais ligados, peças de aço
   
Pagina Inicial Davinox Industria Metalúrgica Ltda Arruelas diversos tamanhos e formatos, corte a laser de tubos e chapas metálicas, arruelas, estamparia, discos, metais ligados, peças de aço Estamparia de Metais, Corte e dobra, Corte a Laser – Chapas, Corte Laser – Tubos, Aços  Inoxidáveis, Ficha Técnica – Alumínio, Cobre, Bronze, Latão, Chumbo
 
Biblioteca
  Corte a Laser
  Corte e dobra
  Dicionário do Aço
  Dobramento e curvamento
  Sustentabilidade e Responsabilidade Social
 
 
 
 
Serviços
  Corte a Laser - Chapas
  Corte a Laser - Tubos
  Corte e Dobra
Estamparia de Metais

 
 
 
Tratamentos Terceirizados
  Tratamento Térmico
  Zincagem Eletrolítica
  Zincagem por imersão a quente
  Bicromatização
  Dacromet

 
 
 
Ficha Técnica dos Materiais
  Aços Carbono Tabela de Composição
  Química + Propriedades Mecânicas
  Aços Ligados
  Aços Inoxidáveis
  Inox – Ligas especiais
  Alumínio
  Bronze
  Chumbo
  Cobre
  Latão

 
 
 
Tabelas
  Conversão de Dureza
  Tabela periódica – Elementos químicos
  Composição Química do Inox

 
 
 
Empresas do grupo
  afabricadofuturo.com.br
  lgsteel.com.br
 

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba nossa newsletter periódicamente em seu e-mail. Você vai ficar por dentro das mais novas técnologias oferecidas no mercado.

Notícias, Eventos e artigos sempre atualizados.

Princípios do corte e da dobra

Princípios do corte e da dobra
O corte é um processo de fabricação em que uma ferramenta, com duas cunhas de corte, que se movem uma contra a outra, provoca a separação de um material por cisalhamento.

Cisalhamento é a deformação que um corpo sofre
devido à ação de forças cortantes opostas.

As cunhas de corte são também chamadas de faca ou punção e matriz.

O punção é pressionado contra o material e a matriz, de tal modo que para efetuar o corte é preciso aplicar uma certa força. A essa força se dá o nome de esforço de corte.

Durante o corte, quando o punção pressiona o material contra a matriz, aparecem, inicialmente, no material deformações elásticas. Logo a seguir, surgem deformações plásticas em ambos os lados da chapa a ser cortada. Em seguida, com a pressão contínua do punção contra a matriz, o material
começa a trincar. Essas trincas de ruptura, ao se unirem, separam a peça da chapa.

Uma característica do corte é que a separação de materiais acontece sem a formação de cavacos.

Corte e da dobra

Um corte perfeito, sem rebarbas, é obtido quando as trincas, que se iniciam nos fios de corte, se encontram. Para que isso ocorra, é preciso haver uma folga adequada entre o punção e a matriz, conhecida como folga de corte.

Ela é calculada conforme o material a ser trabalhado, sua espessura e sua resistência à tração. Observe uma representação do corte de uma chapa.

A dobra é um processo de fabricação em que uma ferramenta
composta por um conjunto de duas ou mais peças exerce uma força sobre uma superfície, alterando-a.

A chapa, plana, é alterada, obtendo-se a mesma forma encontrada tanto no punção quanto na matriz. As operações de dobra são utilizadas para dar forma a peças e a perfis.

Ferramenta de corte e de dobra

O estampo é a ferramenta usada nos processos de corte e de dobra. Compõe se de um conjunto de peças ou placas que, associado a prensas ou balancins, executa operações de corte e de dobra para produção de peças em série.
Durante o processo, o material é cortado de acordo com as medidas das peças a serem estampadas, a que se dá o nome de tira. Quando cortamos numa tira de material as formas de que necessitamos, a parte útil obtida recebe o nome de peça.
O restante de material que sobra chama-se retalho.

Procedimento de dobrar

Com um estampo simples de dobrar podemos conseguir vários perfis, mudando somente a posição da peça para obter a forma desejada.

Devido à recuperação elástica, uma peça que foi dobrada tende a voltar à sua forma inicial. Por isso, é preciso, ao dobrar, calcular um ângulo menor do que o desejado para que depois da recuperação elástica a forma fique com as dimensões
previstas.

Outros fatos a considerar no processo são:

- a peça comprime-se na parte interna da dobra e estende-se na parte externa;
- existe uma região na peça dobrada onde não ocorre deformação por tração nem por compressão. É onde se localiza a chamada linha neutra, que é utilizada para os cálculos
do estampo de dobra. Na região
tracionada houve diminuição da secção, e na região comprimida houve aumento da seção; • quando se dobra uma chapa com um raio interno muito pequeno, ela pode trincar, romper, ter uma redução de espessura, e, conseqüentemente, perder a resistência desejada. Por isso, existem cálculos para o raio mínimo a ser observado, dependendo do material com que se trabalha. • na ação de dobrar, a força a ser aplicada também é calculada, de modo que se defina a prensa adequada para realização do trabalho.

 

Android One Hgh Generic Blue Tops Deca Durabolin For Sale In Australia Sustanon 250 Cycle Primobolan Depot Dosage Testosterone Cypionate Online Winstrol tablets Primobolan pills for sale Methenolone Enanthate HGH Generic Blue Tops Proviron Side Sffects Deca Durabolin side effects Deca Durabolin Pills Anavar For Sale Jintropin Somatropin Testosterone Propionate Side Effects Deca Durabolin Dosage Deca Durabolin User Reviews Recombinant Human Growth Hormone Somatropin Turinabol Side Effects